Planetário
Rio Branco

F
I
C
H
A

T
É
C
N
I
C
A

PROJETO ARQUITETÔNICO de um Planetário em Rio Branco- ACLocal de contemplação, lazer e educação ambiental interativa – constitui a “Universidade Livre da Floresta Amazônica”.Na entrada, o grande lago (antigo piscinão) reforça a importância da água no equilíbrio da floresta. Reservatório natural para água das chuvas poderá abrigar um viveiro genético para estudos da fauna fluvial, banco genético de espécies ameaçadas de extinção para futuro repovoamento dos rios da região. Sob a tutela de um curso superior de biologia, representaria uma enorme ferramenta no estudo, manutenção e controle ambiental do estado.Ao mesmo tempo, configura-se como cenário perfeito para a “Arena das Águas”, local para conferências, shows e espetáculos teatrais ao ar livre, emoldurados pela mata e pela dança dos chafarizes iluminados.A arquibancada, em forma de ferradura, convida ao passeio e ao desfrute da paisagem e abriga no seu interior toda a infraestrutura necessária ao uso do palco e das atividades de ensino e pesquisa.Ao cruzar o lago pela passarela de madeira, o visitante adentra a mata rumo ao Edifício Ambiental – Estrutura única que mimetiza a floresta, numa atitude respeitosa de interligar a entropia natural do lugar com a racionalidade construída.Grande sala de aula ao ar livre, museu vivo do ecossistema circundante.Ao se percorrer suas rampas em forma de arco toda a dinâmica da vida da floresta se revela de maneira surpreendente. Neste percurso monitorado vai-se da raiz ás copas, observando a mudança gradativa de todos os componentes: luz, cores, texturas, sons, temperaturas, flora e fauna. Permeando o trajeto, salas de aula, reuniões, pequenas exposições, conveniência e biblioteca complementam o programa.Na outra ponta, no final do “percurso terrestre” se ganha o “Cosmo” na visita ao Planetário, consciência definitiva do planeta terra e o universo. Mais que um equipamento, uma demonstração clara de convívio harmônico entre o homem e a natureza, legado maior às futuras gerações acreanas.

Ficha técnica

Planetário Rio Branco