Centro
de Convenções

F
I
C
H
A

T
É
C
N
I
C
A

PROJETO ARQUITETÔNICO de um Centro de Convenções em Rio Branco – ACO setor de entretenimento e lazer tem sido apontado como uma das indústrias que vai apresentar o maior crescimento nos próximos anos. Cada vez mais as cidades necessitam de espaços capazes de dar resposta às suas múltiplas funções: trabalho, moradia, lazer, desenvolvimento e, principalmente, desenvolvimento sustentável.No setor de entretenimento e lazer, a sazonalidade deve ser eliminada dos calendários públicos sob pena de aos poucos, grandes equipamentos entrarem em um processo irreversível de deterioração e esquecimento.A especificidade de funções, tão em voga a partir dos anos 50, mostrou-se incapaz de tornar os grandes equipamentos autossuficientes ao longo dos anos e com a mudança de comportamento da sociedade contemporânea.O avanço dos meios de comunicação de massa estabeleceu uma quebra de paradigma na tipologia da oferta de espaços de entretenimento.No esporte, esta vulnerabilidade tem se mostrado ainda maior. É quase impossível a sustentabilidade de uma estrutura criada unicamente para a realização de jogos. Nem o nosso maior símbolo – o estádio do Maracanã – resistiu à pressão dessas mudanças. Resgatado em parte pelo evento dos Jogos Pan-americanos, o maior estádio do País continua a espera e grandes decisões para vencer os seus custos de manutenção.Desta forma, é fundamental que a estrutura hora proposta para o Estado do Acre caminhe em direção às novas tendências mundiais que indicam a necessidade de criação de complexos multiusos ou multi-propósitos. Estas arenas multiusos, como centros de lazer, vêm se transformando em importantes unidades para a indústria do entretenimento e do lazer.Arenas multiusos ou multi-propósitos são instalações que reúnem equipamentos de diferentes portes como ginásios e estádios, centros de convenções, hotéis e hospedagem, restaurantes, lojas, espaços para exposições, onde se realizam eventos de diversas naturezas:•espetáculos culturais como concertos, shows, peças de teatro, circo;•apresentações esportivas, tanto individuais quanto coletivas;•exposições comerciais, seminários, congressos; •convenções partidárias;•cultos e pregações religiosas; •e outros. Tem como principal objetivo fomentar o desenvolvimento sustentável por meio da promoção nacional e internacional de destinos turísticos e geração de oportunidades de negócios.Estes espaços integram-se à vida da cidade, atuando como centro de lazer para a população local, regional e internacional. Permitem a inserção das cidades no circuito dos eventos nacionais e internacionais, trazendo investimentos, em sua área de influência, na construção de hotéis, restaurantes, etc.Além de propiciar alternativas de diversão para a população local e de ser responsável pelo incremento do fluxo turístico, este setor tem se caracterizado como grande absorvedor de mão de obra.Somente as atividades desenvolvidas no âmbito dos centros de convenções e pavilhões de exposições evidenciam, a cada dia, sua vital importância estratégica para o desenvolvimento do mercado e do turismo de eventos, segundo a ABRACCEF – Associação Brasileira de Centros de Convenções e Feiras. O faturamento bruto alcançado em 2006, em 53 centros de convenções do País, atingiu a expressiva cifra de R$ 173.620.673,61, unicamente com as atividades intrínsecas a tais equipamentos, com uma fortíssima concentração nas regiões sudeste e sul do país.Este montante resultou da realização de cerca de 17.500 eventos, que atraíram um público visitante da ordem de 28.438.195 pessoas, gerando 17.346 postos de trabalho e o recolhimento de mais de R$ 25 milhões em impostos.No caso do Estado do Acre, sua posição geográfica oferece oportunidade única de uma arena multiuso tornar-se um centro de desenvolvimento não apenas local e regional, mas internacional, com influência direta nos destinos turísticos e de negócios da Venezuela, Colômbia, Equador, Bolívia e Paraguai.A construção, hoje, do estádio de futebol com capacidade para 40 mil pessoas inicia o processo de construção de um espaço multiuso para o Acre. Sua manutenção ao longo do tempo, como empreendimento autossustentável. 

Ficha técnica

Centro de Convenções